"Maria passou na frente", diz padre Marcelo Rossi após ser empurrado de altar durante missa

Mulher furou a segurança de evento e empurrou o padre durante celebração. Após a agressão, ela foi contida pela Polícia Militar e encaminhada para a delegacia.

Em 15/07/2019 08:18:00 na sessão Brasil

Em vídeo, o padre Marcelo Rossi afirmou que "Maria passou na frente" após ele ter sido empurrado do altar por uma mulher neste domingo (14), em Cachoeira Paulista. A mulher furou a segurança do evento e empurrou o padre durante a celebração. Depois da agressão, ela foi contida pela Polícia Militar e encaminhada para a delegacia.

O padre celebrava a missa de encerramento do acampamento "Por Hoje Não" (PHN). Por volta das 14h50 a mulher, que participava do evento, invadiu o altar e empurrou o padre, que caiu da estrutura.

Apesar da queda, o padre não ficou ferido e depois voltou ao altar para terminar a celebração. Em um vídeo divulgado pela Canção Nova ao fim da missa, o padre diz que está bem.

"Maria passou na frente, pisou na cabeça da serpente, estou ótimo", disse. "Fiquem tranquilos, só umas dorzinhas, não quebrou nada", acrescentou.

Mulher empurrou padre durante missa na Canção Nova -- Foto: Reprodução

Após a agressão, na delegacia, foi feito registro de ocorrência pela pela Canção Nova. Padre Marcelo Rossi decidiu não registrar a agressão.

De acordo com a Polícia Militar, a mulher estava com um grupo do Rio de Janeiro no evento. Fiéis que viajaram com ela afirmaram à polícia que ela sofre de transtornos mentais.

Em nota, a Canção Nova informou que lamenta o incidente ocorrido com o padre Marcelo Rossi durante a missa, que ele foi atendido pela equipe médica do evento e, após ser liberado, seguiu com a celebração até o fim.

Fonte: G1



Por olharcidade2@gmail.com 15/07/2019 08:18:00

Mais notícias da sessão: Brasil


Grupo Olhar Cidade